Grissini de Gergelim e Anis e Grissin de Azeitona, Ervas e Pecorino

Nada como o aprendizado para melhorarmos cada vez mais!

No livro “pães”, essas duas receitas são separadas, mas resolvi juntá-las em um único desafio. O Bertinet sugere que sejam feitas ao mesmo tempo, pois a receita leva apenas 250 gramas de farinha para cada tipo de grissini. Eu não quis arriscar e fiz cada receita com 500 gramas para cada um, como tenho feito com todos os outros pães.

Seguem os ingredientes da receita básica:

500 gramas de farinha “forte” (com mais de 12% de proteína)
10 gramas de fermento
350 gramas de água
10 gramas de sal

 

Misturei todos os ingredientes e fiz os movimentos para incorporar ar à massa. Depois, a deixei descansando por uma hora dentro do micro-ondas desligado. Então, com a ajuda do raspador, transferi a massa para uma bancada levemente enfarinhada. Achatei a massa com as mãos, formando um retângulo de aproximadamente 1 cm de espessura. Aqui vem o primeiro erro de principiante: no livro, o Bertinet sugere um retângulo de 15cm por 30cm e acho que o meu ficou mais largo… deve ter ficado com cerca de 20cm por 30cm… como consequência, os grissinis ficaram muito compridos e não ficaram tão bonitos (a segunda receita ficou bem melhor). Salpiquei umpouco das sementes de gergelim na primeira receita e azeitona, ervas da Provença e parmesão na segunda receita. Então, dobrei um terço do retângulo até o centro, comprimindo com as pontas dos dedos. Acrescentei um pouco mais das misturas e dobrei o terço oposto da massa por cima, como se estivesse dobrando um papel de carta para envelopá-lo. Pressionei novamente. A imagem a seguir mostra o grissini de azeitonas, que ficou com o tamanho exato sugerido pelo Bertinet!

 

Com a borda reta do raspador, cortei a massa no sentido da largura em 10 – 12 tiras de aproximadamente 1cm de espessura.

 

Torci cada tira e, no caso do grissini de gergelim, ainda passei na mistura de semente com aniz. Coloquei as tiras na assadeira, mantendo um espaço entre elas. A diferença entre o primeiro grissini (de gergelim e aniz) e segundo, de azeitonas com ervas, foi muito grande. O pulo do gato dessa receita está no formato do retângulo, que deve ficar mais estreito, senão corre-se o risco de o grissini ficar compriiiiiiiiiido. Seguem as duas fotos para perceber bem a diferença.

 

Cubri com um pano de deixei crescendo por 20 minutos. Depois, levei a assadeira ao forno preaquecido, borrifei o interior do forno com água e deixei-os assando por 10 a 15 minutos.

 

Confesso que o sabor do aniz não agradou muito… meu marido não gosta de aniz. Mas o grissini de azeitonas ficou muito bom!

Sem comentários

Desculpe, os comentários estão fechados no momento.